Portal Opticanet
15/04/2019 08:41
Colunas & Artigos
Preparação de quem usa Óculos pela Primeira Vez
Artigo Ney Dias / Especialista em Optometria e Contatologia
As lentes progressivas são uma conquista excepcional do marketing, aliado ao temperamento do ser humano. Principalmente por motivos estéticos e práticos de visão, este tipo de lente tem uma aceitação extraordinária. No, entretanto é importante a preparação (digamos psicológica) de quem usará estas lentes pela primeira vez.

OS ASTIGMATAS

Um outro exemplo é o de um astigmata com eixo diagonal. Ele deve ser prevenido que verá "tudo torto". Previna-o do fenômeno e dê-lhe confiança, fazendo o teste da acuidade visual. Coloque os novos óculos e mande ler as menores letras da carta de refração (20/20); em seguida, tire os óculos e mande ler novamente. Então se obterá a confiança total, pela melhora real de visão. A sensação de visão dos objetos tortos é normal, já que o cliente acostumou-se a ver errado por longos anos. O que importa é a boa qualidade da visão.

MULTIFOCAIS PROGRESSIVOS

O tipo de lente que exige maior habilidade de quem as usa pela primeira vez, é o caso dos multifocais progressivos. São as seguintes as causas de descontentamento com progressivos e que devem ser prevenidos, antes de fechamento da venda, com talento, para que não haja descontentamento posterior, sendo que elas dependem acima de tudo da marca:

a) As sensações de visão dos objetos dançando, com o movimento da cabeça.
b) Pela visão intermediária a visão de linhas horizontais retas, em forma de curvas, (no campo intermediário)
c) A dificuldade de ver nitidamente os objetos situados a 1,0 m ou 1,5 m.
d) O estreito campo de visão para distância intermediária.
e) A necessidade de movimentos verticais com a cabeça para ver nitidamente em diversas distâncias.
f)  Ao dar marcha à ré no carro, deve-se usar o espelho retrovisor.
g) A desfocalização lateral nas páginas de um livro.
h) Visão de um retângulo em forma de trapézio

Enfim são pontos que não devemos deixar de prevenir o cliente. Jamais deixe de orientá-lo sobre essas dificuldades. É melhor preveni-lo antes, do que deixá-lo descobrir (por si mesmo) essas dificuldades, o que poderá acarretar a desconfiança sobre a qualidade do trabalho, não somente por parte do trabalho do médico como do técnico.

Evidentemente, o momento de prevenir o cliente sobre as dificuldades, será após a concretização da venda, preferentemente na entrega dos óculos. Faça-o com Inteligência e honestidade.

68 - Preparação de quem usará Bifocais:  O uso de bifocais pela primeira vez, mesmo sendo difícil, é melhor que com os progressivos. De todo modo deve ser explicada a dificuldade em olhar o chão, para degraus de escadas, meio fios e também evitar olhar para a linha divisória entre o grau de longe e perto. A localização da nitidez nas diversas distâncias leva algum tempo. Tanto para os progressivos, como para os bifocais, o cliente deve ser alertado que o processo de adaptação chegue a um final satisfatório. Esclareça que centenas de milhares de pessoas se adaptam e ele não será exceção.

NEY DIAS
PROFESSOR DE ÓPTICA
Fonte: Ney Dias
Tags: Ney Dias, olhos, visão, óculos, optometria
https://opticanet.com.br/