Cadastre-se
Esqueceu a senha?
Entrar
Uveíte pode causar lesões irreversíveis no globo ocular
31 Agosto 2018  | Seção: Saúde  |  Categoria: Olhos
WhatsApp Facebook Twitter LinkedIn Send
A - A +
Enviar por E-mailX

Você pode enviar este conteúdo para até três amigo(a)s ao mesmo tempo.

+ 1 Amigo(a)

+ 1 Amigo(a)

Enviar Conteúdo
Doença caracteriza-se pela inflamação na úvea e em alguns casos, pode levar à cegueira
Data:
Cidade:
Olho vermelho associado à dor, sensibilidade à luz, pequenos pontos escuros que se movimentam (moscas volantes) e visão turva são alguns dos sintomas de inflamação na úvea - conjunto formado pela íris, corpo ciliar e coroide (membrana com muitos vasos sanguíneos, responsáveis por levar nutrientes e oxigênio para a retina).
 
Conhecido como uveíte, o problema tem como principais causas as doenças infecciosas provocadas por vírus, bactérias e fungos, tais como toxoplasmose, sífilis, tuberculose, aids, entre outras. Patologias não infecciosas também podem ocasionar a inflamação na úvea, como as doenças reumáticas (artrite e espondilite anquilosante), doenças tumorais (leucemia, linfoma e metástases) e até traumas oculares.
 
Categorias
 
A uveíte pode afetar um ou os dois olhos, em qualquer idade, desde o nascimento até a velhice. Anatomicamente, classifica-se em três categorias, de acordo com a região acometida:

* Anterior: inflamação da íris e do corpo ciliar;  
* Posterior: inflamação da retina e da coroide; e
* Intermédia: inflamação na parte anterior da coroide e vítreo (substância incolor e gelatinosa que preenche a cavidade interna do globo ocular).

Segundo a Dra. Renata Esteves Hirata, especialista em uveíte do H.Olhos - Hospital de Olhos, a doença deve ser tratada logo no início, pois sua evolução pode causar lesões irreversíveis no globo ocular. "Após a realização de exames, o oftalmologista irá decidir o melhor tratamento. Normalmente, é indicado o uso de colírios anti-inflamatórios e medicação específica para cada situação. Em  casos mais severos, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica."
 
Dentre as recomendações, a principal é não se automedicar e procurar um oftalmologista se os olhos estiverem vermelhos e doloridos. "Em se tratando de crianças, o quadro das uveítes pode apresentar poucos sinais e sintomas, dificultando aos pais reconhecerem a doença. Por isso, a consulta de rotina com um especialista é fundamental", ressalta a Dra. Renata Esteves Hirata.
 
Sobre o Grupo H.Olhos 
 
O Grupo H.Olhos é reconhecido no mercado há 35 anos, por promover assistência hospitalar especializada, segura e acolhedora, além de ser referência na prestação de serviços oftalmológicos, amparado em um conceito de medicina humanizada. 
 
O H.Olhos Paulista, localizado no Paraíso, e o H.Olhos ABC, localizado em São Bernardo do Campo, contam com pronto-socorro 24h, centro cirúrgico, centro de diagnóstico, centro de auxílio óptico e consultórios equipados com aparelhos de última geração, voltados à saúde ocular. Fundada em 1984, a CERPO é uma das maiores redes de clínicas de oftalmologia de São Paulo, com cinco unidades.
Comentários X

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.
Enviar Comentário